Poema que aconteceu

Nenhum desejo neste domingo

Nenhum problema nesta vida

O mundo parou de repente

Os homens ficaram calados

Domingo sem fim nem começo.

A mão que escreve este poema

Não sabe o que está escrevendo

Mas é possível que se soubesse

Nem ligasse


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *