Ciranda dos pássaros

Enquanto eu dormia

Os pássaros lá fora

Dançavam ciranda

E aqui do lado de dentro

As paredes refletiam

A tinta soltando do reboco

Malcolm vigiava

Com arma em punho

Bob acendia um alívio

Tupac me seduzia

Enquanto eu dormia

Os pássaros lá fora

Dançavam ciranda

O menino-homem

ou Homem-menino

Anoiteceu doce agarrado

Nos galhos do meu corpo

Nos tempos da modernidade

Já não temos vitrola

Mas a música nunca parou

Enquanto eu dormia

Os pássaros lá fora

Dançavam ciranda

O sol entrou pela fresta

As lembranças mosaicos

Passo a passo desenhado

Na estrada que liga vida-morte

Cada dia a mais e um a menos

Na ampulheta de quem sonha


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *