Hoje

A sensação oca de que tudo acabou
o pânico impresso na face dos nervos
o solitário inverno da carne
a lágrima, a doce lágrima impossível…
e a chuva soluçando devagar
sobre o esqueleto tortuoso das árvores
– Ivan Junqueira, em Os mortos”. Rio de Janeiro: Atelier de Arte, 1964.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *