A tristeza era tanta, tanta a mágoa

A tristeza era tanta, tanta a mágoa

que seu anjo da guarda resolvera

lutar com ele, lutar para lutar,

que o interesse da vida perecera.

Ave e serpente, círculo e pirâmide,

os olhos em fuzil e os doces olhos,

os laços, os vôos livres e as escamas.

Que doida simetria nesses ódios!

Que forças transcendentes aros e ângulos

alguém quis que lutassem nesse dia!

Ave e serpente, círculo e pirâmide:

Que divina constante simetria

nessa luta soturna, nessa liça

em que Deus reconstrói o eterno cisne!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *