Calafrio

O sorriso gela
a porta do paraíso prometido

A tarde cobre-se de frio
grita
esconde-se atrás dos
casacos
faz esculpir aquela saudade
do lugar
jamais percorrido.

Escorrem feito sorvete
as esperanças derretidas
no ardor do querer.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *